Lixo eletrônico é lixo? Reciclando Conclusões

Lixo eletrônico é lixo? Reciclando Conclusões

Uma das grandes perguntas que sondam os consumidores é saber:  O lixo eletrônico é ou não é lixo?

Pois bem, ele é sim considerado um lixo eletrônico  perigoso, porém reciclável. Se for descartado inadequadamente pelo menos em boa parte dele.  A maioria das empresas que fabricam esse tipo de

equipamento não dão instruções de como realizar a  Preventiva em Equipamentos e fazer descartes corretamente. As empresas que fazem esse tipo de acabam sendo invisíveis para a maioria da população.

Produtos eletrônicos exigem cuidados especiais em seu descarte pois, agride o meio ambiente por ter em sua composição química pelo menos

17 tipos de resíduos diferentes. Dentre os mais conhecidos destacam-se o Arsênico, Bário, Clorofluorcarboneto, Cromo, Chumbo, Mercúrio, Bifenilos policlorados e o Selênio.

Falta de informação é a grande causadora dos problemas ambientais

Se o lixo comum descartado inadequadamente já causa diversos desastres ambientais, imagine o descarte de lixos especiais como o eletrônico? O descarte irregular de lixo tem aumentado isso porque a prefeitura dos municípios, que já gasta com a coleta e destinação final dos resíduos sólidos, não abre mão para uma melhoria e não conscientiza a população dos pontos de coletas de reciclagem.

Não é incomum ver muitos indivíduos colocarem fogo nesses objetos. Cada vez que a pessoa se desfaz, de forma incorreta, de materiais como esses. Muitas vezes são produtos caros que saem da cadeia produtiva e acabam resultando em danos numerosos além disso as empresas param de fabricar e o meio ambiente sofre com o descarte inapropriado das peças.

É importante ter a informação necessária e a consciência dos destinos dos eletrônicos. Para piorar o problema, existe também a questão do desperdício, já que muitos desses aparelhos são jogados fora, mesmo que ainda apresentem boas condições de uso. Caso eles não puderem ser reutilizados de forma alguma, o ideal é que sejam encaminhados para alguma usina de reciclagem. 

O mais importante é que voltem para a cadeia produtiva de alguma maneira aumentando assim o uso de novos recursos pelas empresas.

Como posso realizar descartes de eletrônicos corretamente?

No Brasil o descarte de eletrônicos tem sido a grande preocupação para o meio ambiente. São frequentes os casos de aparelhos eletrodomésticos queimados e as pessoas não tem consciência de como se deve proceder em situações como esta.  As calçadas ficam cheias de sucatas e atrapalham até a circulação de pessoas por ela.

O correto seria onde pessoas físicas que possuem um volume pequeno e limitado de lixo, buscassem em sua região pontos específicos para o descarte desse tipo de resíduo. Lugares como parques, mercados e grandes redes do varejo que já disponibilizam pontos de coleta. As empresas que acumulam grandes volumes, tem a opção mais comum de se juntar a uma organização de coleta.

O recolhimento desses materiais devem ser realizados por serviços especializados onde a sucata é transformada e volta as prateleiras novamente para os consumidores.

Você deve estar se perguntando: para onde vai o lixo que não foi reciclado?

A resposta é simples: no Brasil ainda não existe um método específico para realizar a separação detalhada de metais nobres. O Brasil no ano de 2007, segundo a "EquipeONB" precisava receber mais de R$260 Bilhões em reciclagem até 2031.

Em 2017 reciclou somente 2% do lixo eletrônico. Os materiais considerados tóxicos como as pilhas e baterias são encaminhados para empresas especializadas em reciclagem. As placas e os materiais mais complexos é vendido e exportado legalmente para países, que possui a tecnologia necessária, pois, quanto melhor a tecnologia mais fácil é de reciclar.

WALL-E:

Lixo eletrônico

Um simples filme mas que mostra como que o descarte de eletrônicos causa destruição do meio ambiente . No filme o solitário robô   da marca WALL-E que levanta cargas e distribui dejetos da terra, onde a terra já não era habitável pelos humanos por causa da poluição principalmente pela poluição de objetos eletrônicos. Ele começa a fazer a limpeza do planeta para que a terra volte a ser habitável novamente. A sua única amiga foi uma barata que possui uma resistência única a radioatividade podendo sobreviver a um desastre nuclear. (Podendo ser mito ou verdade, pois, não a confirmação sobre esse aspecto.).

Os humanos no filme, enviaram uma robô chamada” Eva” para buscar a "prova de vida na terra”, que era uma plantinha coletada pelo WALL-E e finaliza com "Eva" sendo o grande amor da vida de WALL-E. A era digital obriga os seres humanos a se comunicar e a ter tais comportamentos. Somos totalmente dependentes da tecnologia, onde comprar, sair com amigos, e até para encontrar um parceiro existem aplicativos. Viramos escravos da era tecnológica.

Em um mundo onde os robôs trabalham para os seres humanos, ao invés de valorizar o trabalho humano e ter sua vida normal. Onde a poluição não tenha mais valor que a natureza e possamos viver a vida pensando nas consequências.


Imprimir